10
Abr 12
publicado por RECEITAS PARA A FELICIDADE, às 13:04link do post | comentar

 

Bom dia a todas!!
Que tal  a vossa Páscoa? Espero que boa e sobretudo, passada em familia de forma muito doce.
Depois de alguns excessos, que sempre fazemos nesta altura, deixo-vos hoje como sugestão para a vossa mesa, uma quiche de pepino e espinafres, deliciosa e em  cuja massa base juntei as sementes de papoila.
 
 
Massa
200 gr. de farinha
1 pitada de sal
90 gr. de manteiga
1 ovo
20 ml de agua fria
3 colheres de café de sementes de
papoila

 
 
 
Recheio
500gr. de espinafres
1 pepino
1 cebola grande
1 alho
200 gr. de queijo ralado a gosto
200 ml. de leite
60 ml. de natas
3 ovos
Sal
Pimenta e noz moscada q.b.
Azeite
Tomilho
Comece por fazer a massa. Coloque numa bancada a farinha, abra um buraco ao meio e nele coloque o ovo, a manteiga em pedaços, as sementes de papoila e o sal. Amasse bem todos os ingredientes e, aos poucos, vá juntando
a água até conseguir uma massa moldável e firme.
Envolva a massa em forma de bola, em película aderente e reserve no figorifico por 1 hora.
 
 
Vamos então fazer o recheio:
Numa frigideira com um pouco de azeite, deite a cebola
bem picadinha e, quando estiver bem macia e douradinha, junte os espinafres e o alho picado e salteei por 4/5 minutos.
Numa tigela bata as natas com o leite e os ovos. Tempere de sal, pimenta e noz moscada.

 
Estenda entretanto a massa, de forma a ficar circular e com cerca de 3 mm de grossura. Forre a tarteira, cubra o fundo com papel vegetal e em cima, coloque ou feijões ou grão, de forma a fazer peso sobre a massa.
Leve ao forno pré-aquecido a 160º por 30m.
Após esse tempo, retire os pesos o papel vegetal e a massa do molde (forma). Coloque por mais 2/3 minutos e retire.
Coloque na tarte os espinafres bem escorridos de gordura, o pepino ralado (sem casca e sem as sementes), o queijo também ralado, as natas e folhinhas de tomilho fresco.
Leve de novo ao forno mas agora a 180º, por 25 minutos.
 
 
 
 
 

28
Out 11
publicado por RECEITAS PARA A FELICIDADE, às 12:30link do post | comentar | ver comentários (32)
Estas tarteletes serviram como entrada e são uma delicia....


250 g de farinha
1 colher (chá) de fermento
1 colher (chá) de sal fino
1 dl de água morna
1 cebola pequena
2 dentes de alho
Azeite
Espinafres q.b.(eu usei dos congelados)
1 pacote de natas
Lascas de salmão fumado
Queijo ralado a gosto
Sal e pimenta q.b.


Misture a farinha com o fermento e o sal.  Junte-lhes aos poucos a água até que consiga uma massa leve e moldável e reserve.
Numa frigideira refogue a cebola e os alhos picados num pouco de azeite. Junte os espinafres e deixe apurar um pouco até estarem macios e só depois as lascas de salmão.  Tempere de sal e pimenta e , aos poucos, acrescente as natas, mexendo sempre.
Estenda a massa com o rolo e com a ajuda de uma tigela faça pequenas rodelas de massa suficientes para forrar as formas. Deite nelas o recheio de espinafres. Cubra com um pouco de queijo ralado e leve ao forna por 15m a 180º. 
 

25
Out 11
publicado por RECEITAS PARA A FELICIDADE, às 22:31link do post | comentar | ver comentários (1)

 

Foi numa ida ao Jumbo, que vi num folheto, designado como receita saudável e nutritiva, esta receita que me chamou logo a atenção. Peguei nela e nos ingredientes e cheguei a casa de mangas arregaçadas.
Só vos digo que ficaram e ultrapassaram as minhas expectativas de tão bons e fofos.
Partilho por isso aqui a receita e as minhas fotos:

2 chávenas de farinha
1 requeijão
2 ovos
1/2 chávena de leite magro
3 colheres de fermento em pó
Cebolinho picado
Sal q.b.
Margarina q.b.

Peneira-se a farinha, o fermento e o sal num recipiente largo e reserve.
Misture na liquidificadora ou simplesmente com a ajuda de um garfo, o requeijão, o cebolinho, os ovos e o leite.
Com os dedos, abra um espaço no meio da farinha e misture aos poucos mexendo com cuidado,a mistura de ovos e requeijão. Deite a massa em pequenas formas untadas e enfarinhadas e leve ao forno a 200º C por 20m.


publicado por RECEITAS PARA A FELICIDADE, às 22:29link do post | comentar
Ultimamente tenho visto em muitas receitas a Alcachofra e pús-me logo à procura delas (comprei no supermercado do Corte Inglês) e fui também pesquisar sobre elas. Vejam só o que descobri:

As alcachofras, originárias da Europa mediterrânica, são da família dos cardos.
São nutricionalmente ricas em potássio, possuem propriedades diuréticas, são purificantes e desintoxicantes. São pois um excelente alimento para quem sofre de hipertensão arterial, gota, reumatismo e artrite.
No centro da alcachofra encontra-se um espinho que deve ser extraído antes de consumir a polpa (ou o "fundo/coração" da alcachofra). No mercado encontram-se alcachofras frescas ou em conserva. Ao comprar frescas deve ter-se em conta que devem ser inteiras, limpas, pesadas e robustas, com as folhas bem fechadas e sem a presença de vermes. Conservam-se no frigorífico no máximo 3 semanas. Quando nas extremidades das suas folhas ou na base surgem manchas escuras é porque as alcachofras já estão muito maduras.
Antes de se confeccionarem devem lavar-se muito bem de forma a largarem a sujidade agarrada às folhas: inteiras ou cortadas ao meio, devem mergulhar-se, viradas ao contrário, em água com sal durante aproximadamente uma hora. Tanto podem ser cozinhadas em água ou no vapor como no microondas ou no forno. Também se podem usar em saladas frias.
Tradicionalmente as alcachofras eram utilizadas como tónico purificador, ajudando o fígado a eliminar as toxinas do sangue. Pensa-se que esta planta auxilia na redução de sobrecargas biliares e hepáticas, o que consequentemente ajuda o aparelho digestivo no metabolismo das gorduras alimentares. Devido à cinarina, uma substância orgânica que estimula a produção de bílis, a alcachofra é pois um excelente legume para aqueles que têm dificuldades em fazer a digestão. Os estudos indicam ainda que a cinarina ou compostos semelhantes presentes na alcachofra podem ser eficazes na regulação dos níveis de colesterol e também dos triglicéridos no sangue.
A alcachofra faz parte da composição de diversos medicamentos, devido às suas propriedades (colerética e antitóxica) sobre o fígado. Além de cozinhada, a alcachofra pode também tomar-se em infusões, sumo (das folhas) ou cápsulas.

É pois uma planta com múltiplas propriedades terapêuticas. Trata a fadiga e a anemia, equilibra a tiróide e o pâncreas, regula o metabolismo, melhora o apetite, estimula os movimentos peristálticos, é diurética, elimina edemas e dissolve pedras dos rins e da vesícula. Por ter poucas calorias, ela é recomendada nos regimes para emagrecer.
É uma boa fonte de potássio, ácido fólico, fibras e de vários fitonutrientes como a cinarina, a silimarina e a inulina. Devido à inulina, um complexo de hidratos de carbono não digeríveis pelos seres humanos e com um efeito laxante, pode auxiliar no alívio da prisão de ventre. Esta substância aumenta um tipo de bactérias benéficas do intestino, e diminui as nocivas, favorecendo assim uma flora intestinal saudável. Tudo indica que isso pode reduzir o risco de desenvolver cancro do intestino.

Fonte: Google
Para começar deixo aqui uma quiche que ficou deliciosa.

1 embalagem de massa quebrada
2 Alcachofras que cozi ligeiramente
2 chalotas

Cogumelos frescos laminados q.b.
Azeite q.b.
2 ovos
1 Pacote de natas
Sal , noz moscada e pimenta a gosto



Forre uma tarteira com a massa quebrada e pique com a ajuda de um garfo, reserve.
Numa frigideira coloque o azeite e leve a refogar as chalotas ás rodelas. Junte depois as alcachofras cortadas ao meio e depois partidas em quatro, deixe que refoguem lentamente e junte os cogumelos. Refresque com um pouco de vinho branco e tempere de sal.
Bata os ovos com as natas e tempere igualmente de sal, noz moscada e pimenta moída na altura.
Retire a frigideira do lume e mal amorneça junte os ovo batidos com as natas, envolva bem e deite na tarteira. Leve a forno pré-aquecido a 180º por 30m.


publicado por RECEITAS PARA A FELICIDADE, às 21:51link do post | comentar | ver comentários (2)
 
Umas empadas óptimas e a lembrarem-me as empadas caseiras que se comem no meu Alentejo.
Recheio:
Coza 3 peitos de frango com uma cebola onde espetou alguns cravinhos e tempere de sal. Após ficarem cozidos desfie a carne e reserve. Numa frigideira com azeite coloque cebola e alho picadinhos e deixe refogar lentamente. Quando ficar translucida junte um tomate em pedaçinhos e o frango. Refresque com um pouco de vinho branco e deixe apurar.
Numa tigela junte um pouco de caldo da cozedura do frango e adicione, mexendo bem, uma colher de sopa de farinha e deite no refogado. Quando começar a engrossar junte a salsa picada e tempere de pimenta, noz moscada e reveja o sal.
 Massa:
500gr de farinha
200gr de banha de porco
sal q.b.
Água da cozedura do frango q.b.

Numa tigela misture a farinha com a banha, junte uma pitada de sal e, aos poucos, vá adicionando a água da cozedura dos peitos de frango, que deve de estar morna, até ficar uma massa moldável e leve.
Estenda-a com a ajuda de um rolo e corte circulos suficientes para forrar forminhas. Rechear e tornar a cobrir com um circulo de massa. Unir bem as pontas e enfeitar a gosto (em algumas fiz rolinhos fininhos e coloquei por cima em forma de cruz. Vai ao forno por 25m.
 
Ficaram mesmo deliciosas e a massa perfeita.

23
Out 11
publicado por RECEITAS PARA A FELICIDADE, às 20:00link do post | comentar

 

Como já devem saber aprecio imenso as quiches com os mais variados ingredientes e sabores...
Nesta utilizei os bróculos como ingrediente principal mas ainda chamei os cogumelos, o alho françês, a courgette e a cenoura e nesse embalo de legumes em que todos compareceram, saiu esta delicia...
1 emb. de massa quebrada
4 ovos
1 emb. de molho bechamel
Legumes a gosto
Queijo ralado mozzarella





Bata os ovos com o molho bechamel. Escalde os legumes em água fervente e temperada de sal. Forre uma tarteira com a massa e deite sobre ela os legumes. Por cima a mistura dos ovos e polvilhe com o queijo. Leve ao forno por 20 m. +ou-.
Sirva acompanhado de uma salada.



13
Jan 11
publicado por RECEITAS PARA A FELICIDADE, às 18:02link do post | comentar | ver comentários (12)
 Mais uma refeição leve....Como me sobrou alguma massa folhada dos Pasteis de Nata fiz estes folhadinhos com painho (tipo de chourição caseiro) que trouxe do Alentejo e outros com fiambre e hoje lá vai servir de jantar depois de uma sopinha de feijão branco com alho françês. 


Beijinhos e fiquem bem!!!








26
Jun 10
publicado por RECEITAS PARA A FELICIDADE, às 18:16link do post | comentar | ver comentários (4)

Esta é sempre uma refeição leve, saudável e deeliciosa.Mais uma das minhas quiches que todos adoram.



Refoguei em azeite, tudo o que era legumes que tinha em casa: cebola, alhos, alho françês, lombarda, cenoura, curgettes e pimentos..

Forrei uma tarteira de fundo amovivel com massa quebrada....E deitei sobre ela os legumes.
E por cima os 6 ovos batidos com as natas (usei magra).
Foi ao forno 25 m. e voilá, espero que apreciem...

16
Abr 10
publicado por RECEITAS PARA A FELICIDADE, às 17:57link do post | comentar
Uma receita super pratica e rápida:

250g de farinha
125 de manteiga derretida
1,25dl de água
Manteiga para untar
2dl de natas
2dl de leite
3 ovos
1 colher de sopa de farinha
150g de bacon cortado em cubos
200g de fiambre cortado em cubos
150g de queijo flamengo cortado em cubos
Pimenta q.b.
Sal q.b.
Noz-moscada q.b.

Numa tigela coloque a farinha, a manteiga, um pouco de sal e amasse utilizando as varinhas de massa na batedeira, junte a água aos poucos.
Se a massa ficar muito mole, acrescente farinha aos poucos enquanto bate.
Depois da massa bem amassada, deixe repousar durante 15 minutos.
Unte uma forma de tarte de fundo amovível com manteiga.
Polvilhe a bancada com um pouco de farinha e amasse um pouco a massa e forme com ela uma bola.
Estenda-a com o rolo da massa e coloque-a na forma, aconchegue bem a massa.
Não deixe ficar nenhum furo na massa.
Para a massa grossa acalque bem, para fina, corte o excesso.
Por cima da massa, coloque o fiambre, o bacon e o queijo.
Parta os ovos para um recipiente e junte as natas, o leite e a colher de sopa de farinha, tempere com noz-moscada, com pimenta e com um pouco de sal.
Bata tudo até ficar bem misturado. Cubra a tarte com o recheio.
Leve ao forno pré aquecido nos 180º durante 40 minutos.
Desenforme para um prato.

mais sobre mim
Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30